Dreamin’

Hoje acordei e apercebi-me de que faz 2 meses que cheguei ao Vietname. 2 meses que passaram de uma forma avassaladora. Por um lado, parece que estou aqui há imenso tempo, por outro lado, o tempo passou a voar. Deparo-me com a realidade de que tenho mais 1 mês cá. 1 mês…. 1 mês na realidade não é nada. Tenho a certeza de que quero ficar mais tempo. Há tanto ainda para conhecer, para explorar, para viver.

Em 2 meses visitei alguns dos sítios mais bonitos que já vi na vida. Apesar do cheiro, da pobreza, da sujidade, o Vietname é um país LINDO! Completamente verde, com paisagens e sítios de cortar a respiração. Ninh Binh foi sem dúvida o sítio mais especial que visitei. Completamente verde, rodeado por montanhas, o rio, pagodas por toda a parte. Envolvido numa atmosfera de misticismo e paz. Um aroma a felicidade e serenidade paira no ar, envolvendo-nos e fazendo-nos sorrir com o nosso interior. Não é ao acaso que é património da UNESCO.

 

Aprendi imenso em 2 meses, conheci pessoas fantásticas, conheci-me um pouco mais, cresci. Aprendi a ser uma pessoa um pouco mais minimalista, mais tolerante e simples. Aprendi a ser mais corajosa, a encarar os meus medos de frente e tentar supera-los, aprendi que nem sempre podemos fazer caso do que os outros dizem ou pensam a nosso respeito, tudo o que importa é como nos sentimos com nós mesmos. Melhor, o que importa é aceitarmo-nos e tentarmos ser melhores e mais autênticos a cada dia que passa. Ainda há muito que tenho que aprender, em todos os aspetos da minha vida, mas sinto que cada dia sou mais EU.

Obrigada Vietname. Obrigada por me ensinares tanto, por me dares tanto. Obrigada ao Universo por me ter posto aqui, por todas as pessoas que cruzam a minha vida. Obrigada aos meus pais e irmão por tanto me apoiarem nas minhas aventuras, por nunca me terem cortado as asas para voar e por serem o meu porto seguro. Obrigada aos meus amigos que apesar da distância se fazem presentes.

Quero que saibam que tenho tudo no meu coração, não esqueço nada nem ninguém. Morro de saudades, mas o Vietname é o meu lugar por agora.

 

 

Com amor,

Carla

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *